Fashion Libraries: Lojas de moda que emprestam roupas como uma biblioteca

fashion libraries lojas que emprestam roupas

Conheça esse novo conceito de moda, lojas que não vendem roupas, emprestam!


Fashion Library -  Paris
Fashion Library – Paris

Um novo conceito de vestir e consumir moda, lojas que funcionam como bibliotecas, mas ao invés de emprestar livros aos sócios emprestam roupas, bolsas e acessórios.

Estas novas lojas estão sendo chamadas de Fashion libraries(bibliotecas fashion), e vem conquistando designers e fashionistas em toda Europa.

O que você achou desse novo conceito? Quer saber mais detalhes? Então vem! Descubra tudo sobre essa nova tendência de moda que está bombando na Europa.

Neste post você fica por dentro de todos os detalhes desta idéia genial que combina moda, tendências e sustentabilidade. Um novo modelo de negócio que ainda não está sendo explorado no Brasil. Fique de olho na oportunidade!

O que é uma Fashion Library?

Trata-se de um novíssimo modelo de negócio do universo da moda que foi inspirado nas tradicionais bibliotecas que existem em todo o mundo. Mas ao invés de emprestar livros aos sócios, emprestam roupas, bolsas e acessórios de moda.

Essas “livrarias de roupas”, assim como as de livros, possuem um acervo, onde você pode buscar peças em diversas categorias, tais como; vintage, casual, festa, tendências, noite, acessórios, etc.

Fashion Library -  Paris
Fashion Library – Paris

As primeiras lojas de empréstimo de roupas surgiram na Alemanha, país onde a cultura de redução de consumo e sustentabilidade encontra-se bem avançada. Além disso, é um país com forte tradição no design, tanto de moda como de produtos mais ecológicos e inteligentes.

A idéia das fashion libraries foi tão bem recebida que outras lojas já abriram na Finlândia, Holanda, França e Espanha, com a mesma proposta.

Em 2012 foi aberta a primeira Fashion Library da Europa na cidade de Hamburgo na Alemanha. Uma loja chamada Kleiderei, que vale a pena conhecer por sua fiel adesão a causa da sustentabilidade no mundo da moda e pela originalidade da idéia.

Kleiderei, a primeira Fashion Library

Na vanguarda das ações em prol de uma mudança de mentalidade e posicionamento de consumo no mundo da moda, a fashion library “Kleiderei” da Alemanha, surge para impactar não só a consciência, mas também a forma de se relacionar com a moda, com as tendências e com o compromisso sócio-ambiental de cada um de nós.

“Em vez de promover uma nova produção, nós, como loja, queremos coletar peças de roupa e colocá-las juntas em um grande guarda-roupas, que seja compartilhado e acessível a todos.”

Kleiderei – Primeira fashion library do mundo

Para a loja Kleiderei, a moda é divertida e empolgante, mas a indústria da moda, ao contrário é devastadora e triste.

Na opinião dos idealizadores da loja, a indústria da moda hoje funciona como uma economia linear, onde as roupas são produzidas a partir de recursos não renováveis ​​e sem levar em consideração o meio ambiente. Muitas vezes, a peça é usada apenas uma vez antes de acabar no lixo. E isso é inaceitável atualmente.

Eles contam que “Grande parte da indústria do vestuário incentiva a exploração, a pobreza e a poluição. Os consumidores sustentam a máquina fazendo compras excessivas. Muitos fabricantes produzem cada vez mais roupas de baixa qualidade, o que prejudicou gravemente o manuseio e a valorização das roupas nas últimas décadas”.

E para mudar esse cenário criaram a primeira loja de empréstimo de roupas, onde a vida útil de cada peça se prolonga e os consumidores podem estar alinhados às últimas tendências sem afetar o meio ambiente.

Kleiderei primeira Fashion Library na alemanha
Kleiderei – Alemanha

A Kleiderei foi fundada em 2012,  e desde então vem aumentando a clientela a cada ano e inspirando outros empresários a aderirem à causa e montarem outras fashion libraries pelo mundo.

 Como funciona o de empréstimo de roupas?

Cada loja tem suas regras e tarifas, mas em geral funcionam com o mesmo sistema.

Para emprestar roupas é bem simples, é preciso tornar-se sócio da loja preenchendo um formulário com dados pessoais e pagar uma taxa mensal que varia de 5€ a 35€, dependendo da quantidade de peças que deseja emprestar por mês.

Cada sócio pode levar no máximo três peças por empréstimo e ficar com elas por até 30 dias. As roupas devem ser cuidadas como se fossem suas e devem ser devolvidas lavadas, caso não queira lavá-las, o sócio pode pagar uma taxa extra e devolver as roupas sem lavar.

Fashion Library loja de emprestimo de roupas
Fashion Library

Qual o público das Fashion Libraries?

Este novo modelo de negócio, baseado no empréstimo de roupas, é uma tendência nova, que surge no século XXI e vai direcionada a atender um público não apenas do mundo da moda, mas também um público geral, que busca alternativas mais econômicas e sustentáveis na hora de vestir.

“As tendências hoje mudam com muita rapidez, no empréstimo de roupas posso estar sempre vestindo roupas da moda sem ter que gastar muito.”

Anne Marie – Sócia de fashion library

Os proprietários das “bibliotecas fashion” comentam que o perfil dos sócios é variado, sendo o público feminino a grande maioria. Fashionistas, blogueiras, apresentadoras, designers de moda, produtores e fotógrafos, estão entre os sócios destas lojas de empréstimo de roupas.

“Estas novas lojas, as fashion Libraries, são uma excelente alternativa para quem trabalha com fotografia e produção. Estamos abastecidos de peças de todos os estilos para ensaios durante todo o mês, pagando uma taxa justa e econômica.”

Jasen Miller – Produtor de moda

Quais as vantagens de empestar roupas ao invés de comprar?

O empréstimo de roupas vem fazendo tanto sucesso na Europa porque seus benefícios são muitos. Aquí te mostramos alguns deles:

  • SUSTENTABILIDADE: Para os que estão preocupados com o meio ambiente e a preservação do planeta, é uma forma de reutilização de materiais que seriam descartados na próxima estação. Mais ecológico reaproveitar do que produzir novas roupas a cada temporada.
  • TENDÊNCIAS DE MODA: Quem gosta de andar sempre na moda, tem a opção de vestir-se com todas as tendências sem ter que gastar um dinheirão comprando as peças lançadas em cada temporada.
  • VARIEDADE: Ter um guarda-roupa gigante sem precisar de espaço é outra vantagem de usar estas lojas. Cada vez que necessite de uma roupa para um evento especial terá centenas de peças novas no acervo para escolher.
  • ORIGINALIDADE: Muita gente não gosta de repetir roupa, mas não tem orçamento para arcar com o custo de comprar roupas novas sempre. Nesse sistema de empréstimo você nunca vai repetir roupa e pagará menos do que pagaria para comprar uma camisa.  
  • MARCAS FAMOSAS: Outro ponto a favor das fashion libraries, é o fato de você poder desfilar por aí com roupas de marcas caras tendo pagado menos de 10% de seu valor.
  • PROFISSIONAIS DA MODA: E se você é um profissional que trabalha com moda, o empréstimo de roupas é uma opção super econômica de montar looks para uma seção de fotos, ensaios de moda ou eventos.
  • DESIGNERS DE MODA: Os designers de moda iniciantes e os independentes também estão sabendo tirar proveito dessa nova alternativa. Muitos já estão fazendo parcerias com as fashion libraries, uns usando como uma espécie de “vitrine,” para que os consumidores conheçam seu trabalho, e outros para testar novos desenhos e tecidos.
  • CONSCIÊNCIA SOCIAL: A indústria da moda tradicional, sobretudo as que produzem fast fashion, em muitos casos fazem uso de sistemas de produção que exploram trabalhadores e empobrecem famílias em países menos desenvolvidos. Isso acontece porque o nível de consumo imposto por essa indústria é tão alto que a produção de roupas deve ser colossal para acompanhá-lo, e acaba criando essa triste relação de exploração de mão de obra. Consumindo menos, obrigaremos estas empresas a reverem essa cadeia produtiva, e migrar para um sistema mais justo para todos.

Designers de Moda e Fashion Libraries, a parceria que deu certo!

Os designers de moda ainda não conhecidos, e os designers independentes se mostraram muito animados com esse novo modelo de negócios. As lojas que funcionam como bibliotecas, com a diferença de que não emprestam livros, e sim roupas, abriram um novo campo de trabalho para eles.

Algumas fashion libraries tem seções dedicadas a novos estilistas, onde os profissionais em início de carreira podem produzir peças e disponibilizar-las para serem emprestadas. Se os clientes gostam da peça tem a opção de encomendar e comprar diretamente com o designer.

Os designers de moda independentes também enxergaram uma abertura neste novo modelo de negócio. Disponibilizar peças para serem emprestadas como forma de testar a adesão dos consumidores a um novo tipo de tecido ou corte. Os sócios que escolhem retirar alguma destas roupas sabem que se trata uma peça de teste, e que tem a opção de deixar sua opinião em um formulário depois de usar a roupa e receber um desconto por participar da iniciativa

“Adorei a ideia das Fashion Libraries! Fizemos uma parceria e posso testar novos desenhos, tecidos e cortes, tendo a fiel opinião das consumidoras de moda que mais me interessam, as que possuem consciência social e ecológica.”

Jimmy Hall – Designer de moda
Fashion Library loja de moda que empresta roupas
Seção “Vintagede uma fashion library

O que há por trás das lojas que emprestam roupas?

Este modelo de negócio que levanta questões tão importantes nos debates de moda, como a sustentabilidade, a redução de consumo e a responsabilidade social, está abrindo caminhos para uma nova forma de pensar a moda e sua cadeia produtiva.

Além de oferecer um serviço único e inovador, estas lojas nos obrigam a repensar nossos hábitos de consumo e rever nossa responsabilidade em um sistema que causa muitos danos ao planeta e as pessoas.

As fashion libraries nos permite usufruir da moda e toda sua magia, com mais consciência e respeito. E essa é a mensagem mais forte de todo esse negócio, o equilíbrio!

Espero que essa linda idéia continue encantando e ganhando admiradores por onde passa. E que possamos ter várias bibliotecas de roupas no Brasil!

Fashion Library alemanha
Fashion Library – Alemanha

O que você achou dessa nova tendência de loja?

Estou maravilhada com essa ideia! E você? Já conhecia esse novo modelo de loja? Deixe um comentário! Se você já esteve em uma fashion library conte como foi. Vou adorar saber como foi sua experiência e que looks montou! Se nunca esteve, o que achou da proposta? Vai pegar no Brasil?

Espero vocês na próxima quinta-feira com mais novidades e tendências que estão movendo o mundo da moda na Europa. Até lá!