Surrealismo e hiper-realismo na visão de duas artistas que utilizam a água como elemento principal


O incrível trabalho da fotógrafa surrealista Lara Zankoul e da pintora hiper-realista Alyssa Monks. O real e o surreal retratados por duas artistas que utilizam a água como principal elemento de criação.


A mente humana é capaz das mais incríveis criações. Do surrealismo mais fantástico ao realismo mais perfeito, artistas criam e recriam mundos, numa tentativa incansável de nos revelar e entender, através da arte.

Dentre os inúmeros artistas que transitam por essas estéticas, do surrealismo e do hiper-realismo, selecionei duas mulheres fantásticas que trabalham essas temáticas de uma forma encantadora, e nos levam pelo mundo das realidades artísticas.

Uma cria mundos imaginários e a outra recria nosso mundo de forma tão real e idêntica que até o olhar mais atento pode perder-se.

Trabalhos artísticos com técnicas contrárias, mas que partilham o mesmo elemento na composição: a água.

Conheça hoje a fotógrafa surrealista Lara Zankoul e a pintora hiperrealista Alyssa Monks e suas impressionantes criações!

Mas antes vamos falar um pouco sobre essas duas vertentes artísticas, o Surrealismo e o Hiper-realismo.

O QUE É O SURREALISMO

A primeira ideia que me vem à cabeça quando penso em surrealismo é de um movimento artístico ligado à livre expressão da mente e de seu misterioso subconsciente.

quadro surrealista
Obra surrealista

E como surgiu esse movimento artístico? Que cenário social permitiu essa revolução? Quem eram estes artistas? Vamos lá conhecer todos esses detalhes.

Na Europa dos anos 20 as teorias do psicanalista Sigmund Freud eram discutidas avidamente entre os artistas e pensadores nos cafés parisienses.

Os novos conceitos trazidos pelo médico austríaco sobre a existência de uma consciência oculta, onde os traumas adormecidos mediavam nossas ações, e sobre a liberação de sentimentos reprimidos, causavam excitação e desconfiança, e influenciavam de forma irreversível o homem do século XX.

Essa influência freudiana também foi sentida na arte, e o surrealismo foi um dos movimentos que foi impactado por essas ideias libertárias e inovadoras.

Oficialmente o surrealismo como movimento artístico nasce em 1924 com a publicação do Manifesto Surrealista escrito pelo poeta francês André Breton.

“…estado puro, mediante o qual se propunha transmitir verbalmente, por escrito, ou por qualquer outro meio o funcionamento do pensamento; ditado do pensamento, suspenso qualquer controle exercido pela razão, alheio a qualquer preocupação estética ou moral”.

Trecho do Manifesto Surrealista de 1924

Nesta publicação se materializavam as idéias que já vinham sendo representadas na literatura, no cinema e nas artes plásticas.

Vários artistas, entre eles, Salvador Dalí, René Magritte, Luís Buñel, Max Ernest e o próprio André Breton, trouxeram a tona uma nova forma de produzir e encarar a arte, com mais liberdade, imaginação e loucura.

O termo surrealismo foi cunhado pelo escritor Guillaume Apollinaire em 1917 e significa: o que está acima do realismo.

Podemos pensar então em um movimento que valoriza a livre expressão do pensamento, o subconsciente, os sonhos, a imaginação, e estimulam a criatividade com imagens inusitadas e impactantes.

O QUE É HIPER-REALISMO

Todo o contrário do Surrealismo! No hiper-realismo o objetivo é produzir obras que se assemelhem ao máximo à realidade. Quadros que podem ser confundidos com uma fotografia, esculturas idênticas a seres e objetos reais.  

Mike Vargas - Pintor hiper-realista pintando um quadro de uma mulher com mel na cara
Mike Vargas – Pintor hiper-realista

Enquanto o surrealismo tem suas origens na Europa o hiper-realismo começa a desenvolver-se na América, surgindo da tradição pictórica norte americana.

O movimento surge no final dos anos 60 e acaba se espalhando por todo o mundo.

No hiper-realismo cada detalhe é importante, nem um milímetro de realidade pode ficar de fora.

Muitas obras são feitas a partir de imagens captadas por câmeras e varios artistas misturam técnicas de pintura a óleo com tratamentos digitais, o que gera muita discussão no meio artístico sobre o hiper-realismo pertencer ou não a categoria de arte.

Escultura hiper-realista de Ron Mueck de uma uma cabeça de homem tamanha gigante
Escultura hiper-realista de Ron Mueck

Embates artísticos à parte, essa técnica impressiona pela semelhança com a realidade e pelo trabalho minucioso dos artistas em suas produções.

Chega a ser tão perfeita a reprodução da realidade no hiper-realismo que poderíamos incluso dizer que são obras de uma semelhança surreal com a realidade! Como propôs o escritor de realismo mágico Salman Rushdie:

“O hiper-realismo pode criar uma atmosfera de surrealismo porque ninguém vê o mundo com tanto detalhe.”

Salman Rushdie – Escritor

Pintura ou foto? Não importa a que conclusão você chegue, a beleza da arte está em impressionar os olhos e confundir os sentidos!

pintura hiper-realista de Ron Mueck de um homem de oculos fumando
Pintura hiper-realista de Ron Mueck

Lara Zankoul e Alyssa Monks são as duas artistas que selecionamos para ilustrar essa discussão. Uma surrealista e a outra hiper-realista e entre elas um elemento que as une, a água.

Conheça agora suas obras e processos de criação.

A SURREALISTA LARA ZANKOUL

Lara Zankoul é libanesa, começou a fotografar por hobby em 2008. No ano seguinte lançou sua primeira série fotográfica intitulada “365”.

Neste primeiro trabalho Lara fotografou a si mesma diariamente durante um ano, a série registra a silenciosa passagem do tempo.

Depois de seu trabalho de estréia a fotógrafa foi aproximando-se do surrealismo e experimentando com a fotografia surreal, que foi o que a tornou conhecida.

Lara cria os cenários para suas fotos em cubículos como enormes aquários para seres humanos e os enche de água. Seus modelos interagem nos cenários com animais e objetos pouco convencionais.

Além da água, Zankoul fotografa também os corpos no ar, em  pequenos sobrevoos em seus cubículos imaginários.

“Eu gosto de criar meus próprios mundos. A maior parte do trabalho consiste em montar os cenários.”

Lara Zankoul – Fotógrafa

The Unseen é um de seus trabalhos mais conhecidos, nessa série a fotógrafa faz uma junção de dois mundos, parte submerso parte fora d´agua, versando sobre a dualidade da vida social.

Lara Zankoul - Fotógrafa surrealista pessoas embaixo da agua
Lara Zankoul - Fotógrafa surrealista casal vestido embaixo da agua
Lara Zankoul - Fotógrafa surrealista homem embaixo da agua vestido
Lara Zankoul - Fotógrafa surrealista mulher embaixo da agua de roupa

A possibilidade de materializar o irreal é algo poderoso e libertador. Na arte, toda a magia que emana dessa força fica bem evidente.

Deixo a seguir um vídeo onde você pode assistir como a fotógrafa Lara Zankoul cria seus mundos irreais.

A HIPER-REALISTA ALYSSA MONKS

Alyssa Monks é uma pintora norte americana com uma temática recorrente em suas criações, o corpo e a água.

Suas pinturas hiper-realistas são extremamente expressivas nos deixando sempre com a sensação de dúvida: será mesmo uma pintura ou se trata de uma foto?

Pintura hiper-realista de Alyssa Monks mulher nua na banheira
Pintura de Alyssa Monks

A artista consegue esse resultado misturando a pintura com distorções em vidro e plástico, além de seu talento único de observar e reproduzir a realidade a perfeição.

Além da técnica da pintura, Monks se vale da expressividade de suas protagonistas que em situações de risco, desespero e aflição, conseguem intensificar o momento reproduzido.

A água é um elemento sempre presente na obra na artista, imprimindo certo movimento às suas pinturas, que de tão reais parecem estar em movimento.

Pintura hiper-realista de Alyssa Monks crianças no banho de espuma

Um trabalho super intrigante que nos faz duvidar de não se tratar de uma fotografia.

Nas obras hiper-realistas os detalhes são a chave. Cada milímetro deve ser desenhado com o máximo de precisão.

No vídeo a seguir você pode acompanhar um pouquinho deste processo realizado por Alyssa.

SURREALISMO OU HIPER-REALISMO?

Depois de conhecer mais sobre estes dois estilos impressionantes qual você mais gostou?

O surrealismo de Lara Zankoul ou o hiper-realismo de Alyssa Monks?

Participe da votação nos comentários e concorra a um livro de fotografias da mais votada.

Lara Zankoul ou Alyssa Monks, você decide!